30 maio 2013

Eu sempre estive aqui para você! Eu sempre te amei, mas é difícil amar sem ser correspondido.



Quando eu estou com você meu mundo parece feliz. Muito feliz! Cada dia eu levantava por sua causa, eu não tinha outros motivos, apenas você. Sim. Eu te amava, mais do que você pode imaginar. Sabe aquelas piadas sem graça que ninguém ria apenas eu? Então aquilo era a forma que eu demonstrava meu amor por você. Sabe aquelas dias que você estava se sentindo mal? Você descontava toda sua raiva em mim, mesmo eu não tendo nada a ver. Eu sabia que aquela fase iria passar e no final tudo iria passar, iria melhorar.

Todos os dias eu me olhava no espelho e falava: Será que ele irá gostar de mim? Será que ele já gosta? Eu me enchia de esperanças, esperanças falsas! Eu esperava mais de mim, dessa história. Todas ás vezes que você fazia aquelas piadas sem graça comigo, eu aguentava (mesmo não gostando de brincadeiras), eu realmente te amava, por que você nunca reparou?

Naquele dia eu iria me declarar, sim eu iria. Mesmo tendo o não, eu continuei, recusei aceitá-lo. Isso doía! É horrível quando não se é boa o suficiente para conseguir fazer algo. Eu continuei te amando por muito tempo. Eu tentei várias vezes ser melhor para você. Hoje eu percebo que é melhor desistir. Você nunca vai me amar, eu sei que não.

Eu sempre estive aqui para você! Eu sempre te amei, mas é difícil amar sem ser correspondido.

Algumas pessoas me perguntaram: ´Por que você criou o blog? Ta aí a resposta! Amor, ou melhor amor não correspondido. Eu tentei várias vezes ser melhor para a pessoa que eu amava, mas não infelizmente não deu certo. Eu desisti. Eu nunca postei (já era para eu ter explicado o motivo da criação do blog a muito tempo). Eu não levei um fora, eu levei vários foras! Pra quem olhou ali na sidebar eu tenho 13 anos, aí sempre tem aquelas pessoas que dizem: "Tá nova! Sabe nem o que é o amor direito".  Se nem sabendo o que é, já estou odiando, eu não quero nem saber!
4 comentários Postado por Mayara Vianar às 18:59
28 maio 2013

"Estou sem ideias do que postar" Nós ajudamos!

Olá! Tudo bem com vocês? Bom,  o post de hoje é sobre o que fazer quando as ideias faltam? Eu estava com essa dúvida até agora a pouco e olhem só, virou uma ideia. Toda blogueira vai ter essa fase, não tem como fugir. Uma hora as idéias vão faltar, você vai ficar sem inspiração. Então eu separei algumas idéias para ajudar à você.

Primeiramente, sempre que estiver inspirada, não poste tudo de vez. Faça alguns posts e deixe nos rascunhos para quando essa fase atacar. Dá certo! Eu já fiz isso em blog antigo meu, mas como esse é novo não tem rascunho. :(

Vá para as redes sociais. We Heart it, Pinterest, Tumblr e vários outros. Existe várias redes sociais que podem te ajudar quando você está precisando. Outra rede social que poucas pessoas conhecem é o dribbble! Ele é mais voltado para pessoas que trabalham em área gráfica e precisam se inspirar em projetos, mas é uma ótima fonte inspiração para nós blogeiras. Bom, não serão só as redes sociais que podem te inspirar. Às vezes a inspiração pode vir do nada, de coisas simples, estupidas e por aí vai.

Músicas! Se inspirar ao ouvir música, quem nunca? Bom, essa é um ótima dica, ouça músicas que você goste, veja tradução e imagine, pense e veja. 

Outra boa inspiração é ver as "modinhas". Sério! Sempre tem aquela que você gosta e quer contar e aí vem inspiração para o post. 

Bom gente por hoje é só, mas me digam aqui pelos cometários qual a sua maneira de se inspirar?
14 comentários Postado por Mayara Vianar às 19:23
26 maio 2013

Quis Comentar: Cutting!


Oi gente! Tudo bem com vocês? Bom eu criei essa tag por quê eu queria falar sobre assuntos polêmicos e dar minha opinião sobre vários assuntos cotidianos (e aleatórios!) e oque mais der na telha. :P
Vamos ao assunto de hoje? 

Quem me motivou a escrever sobre esse assunto, foi uma amiga (que prefiro não comentar o nome) minha que sofre de cutting ou auto-mutilação. No começo lembro-me que ela fez isso na sala de aula. Eu não falei nada, sabe não sou muito boa para dar conselhos e sabia que mesmo que eu falasse para ela parar, isso e aquilo, ela não pararia no final das contas. E como o ditado mesmo diz: "O silêncio vale mais que mil palavras". Depois de um ano, nos tornamos melhores amigas. Ela me fala sobre isso, sobre sua baixa auto-estima e sobre o como é terrível. Eu (acho) a entendo, eu sei que nunca vou sentir o que ela sente, mas eu como sempre sem conselhos, não consigo falar nada, dar um conselho ou qualquer coisa.

Bom em geral, essas meninas tem alguma coisa, algum problema para estar fazendo isso. Eu não quero julga-las (jamais!). Eu queria apenas dizer que por mais que seja difícil, que elas contem para alguém, alguém de confiança, e procurem ajuda. É difícil? Sim! Mas à uma saída e elas conseguem. Eu sei que conseguem! 

Eu já vi vários casos de meninas que já chegaram a se matar. Bom, no caso delas (as meninas que se mataram), esse assunto também estava ligado a brigas familiares e bullying e outras coisas bem mais profundas e complicadas. Eu queria poder ajuda-las e se VOCÊ tem alguém, aí na sua casa, na família, na escola, na vida o(a) ajude. Por que isso é serio! 

Um exemplo de famosa que também se cortava, é  a nossa diva Demi Lovato. No começo enrolaram um pouco tentando dizer que era machucados feitos pelas pulseiras apertadas, mas depois de um tempo essa desculpa não colou mais. Ela sofreu e teve aquilo, assumiu, alias essa é parte mais difícil, assumir! E não é que ela conseguiu? Deu a volta por cima e conseguiu superar. Bom eu acho que ela serve de grande exemplo para dizer a vocês meninas: Vocês conseguem! Assim como ela conseguiu, vocês também conseguem.

E aí gente, o que acharam da tag? O que acham dessas meninas e que conselhos tem para elas? Me contem! 
2 comentários Postado por Mayara Vianar às 15:36